Tania Alves – Alma Latina

A atriz e cantora carioca Tania Alves traz o seu show “Alma Latina” para o palco do Rubi nos dias 28 e 29 de abril, às 20h30. No repertório, grandes canções românticas, sucessos do rádio, boleros e até marchinhas de Carnaval.

No show, Tânia presta uma emocionante homenagem aos cantores que se tornaram ícones da música romântica como Altemar Dutra, Nelson Gonçalves e Dalva de Oliveira. Do repertório desses artistas, a cantora pescou alguns clássicos da dor de cotovelo: “Brigas” (Jair Amorim e Evaldo Gouveia), “Fica comigo esta noite” (Nelson Gonçalves e Adelino Moreira) e “Que será?” (Marino Pinto e Mário Rossi).

Seguindo a trajetória dos grandes sucessos do rádio, Tania segue, no show, cantando o amor ao interpretar sucessos da Bossa Nova, um medley de um dos maiores representantes da música romântica no Brasil, o ídolo Roberto Carlos, e ainda sucessos de Rita Lee e Caetano Veloso.

A cantora passeia, também, pelas canções em espanhol e, com seu carisma e alegria, finaliza o show com marchinhas de Carnaval. Uma verdadeira celebração ao espírito festeiro e à brejeirice da latinidade brasileira. “Mulata iê iê Iiê”, “Chiquita Bacana” e “Pierrot Apaixonado”, é claro, não poderiam faltar.

Multifacetada – Carioca de Copacabana, Tania Alves sempre esteve ligada à música. Seu pai tocava vários instrumentos e gostava de levá-la para saraus e serestas. Com apenas 10 anos, já era formada em acordeom. Em seguida, começou a tocar violão, pandeiro e flauta doce.

Por intermédio de Chico Buarque, chegou ao mundo do disco e gravou seu primeiro LP, “Bandeira”, lançado em 1980. Era um disco bem ligado ao mundo do teatro, em que a cantora usava várias vozes diferentes.

Tania, que ficou conhecida nacionalmente depois de ter feito o papel de Maria Bonita na minissérie “Lampião e Maria Bonita”, de 1982, garante que nunca se dividiu entre a cantora e a atriz, apesar de algumas pressões que sofreu: “A criação e a expressão são livres. Essa é a minha verdade, por isso jamais tive minha autoconfiança abalada”, disse certa feita.

Ainda nos anos de 1980, lançou os discos “Dona de Mim”, “Tânia Alves”, “Brasil-Brasil”, “Folias Tropicais” e “Humanas”, nos quais realizou uma mistura de ritmos latinos, afro-brasileiros e das variadas vertentes românticas. Em 2000, voltou a atenção para o forró, ritmo que já havia incursionado e se tornado conhecida. Com produção e arranjos de Robertinho do Recife, lançou o CD “Todos os Forrós”.

Serviço

O quê: Tania Alves – Alma Latina
Quando: 28 e 29/4 (sexta e sábado)
Horário: 20h30
Onde: Café-Teatro Rubi – Sheraton da Bahia Hotel
Quanto: Couvert artístico = R$ 100,00

Compra

Bilheteria: Café Teatro Rubi – Sheraton da Bahia Hotel
Tel: (71) 3013-1011
segunda a sábado, das 14h às 19h (em dias de apresentação, até às 20h30)
Site: www.compreingressos.com
Call Center: (71) 2626-0032